• 03:59 26 de Setembro de 2018   |   seu IP 54.162.15.31
  • Acessar sistema

    Conselho de Recursos Hídricos abre 2018

    O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, presidiu, na manhã desta quinta-feira, a 40ª reunião do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) chamando atenção para a importância do tema no ano em que o Brasil recebe o 8º Fórum Mundial da Água. Será a primeira vez que o evento, que ocorre em Brasília de 18 a 23 de março, será realizado no Hemisfério Sul.

    Sarney Filho também destacou os 20 anos de atuação do CNRH. “Um período de muito trabalho para regulamentar a Política Nacional de Recursos Hídricos, alicerçado no caráter participativo, o que lhe confere ainda mais legitimidade”, disse o ministro.

    Fazendo um balanço de sua gestão, ele afirmou que, nos últimos dois anos, o colegiado aprovou resoluções importantes que tratam das prioridades, ações e metas do Plano Nacional de Recursos Hídricos para o período 2016-2020. Destacou, entre as ações, os mecanismos e valores de cobrança pelo uso de recursos hídricos de domínio da União na Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba.

    O ministro classificou como uma “missão importante” os estudos que o Conselho vem fazendo no sentido de criar uma nova norma para o reuso da água e para aprimorar a Política Nacional de Segurança de Barragens, proporcionando mais eficiência e transparência às barragens brasileiras.

    Sarney Filho relacionou a atuação do CNRH à agenda 2030, proposta pela Organização das Nações Unidas, que embasa as políticas implementadas pelo ministério. “A Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do ministério, que exerce o papel de

    Secretaria Executiva do Conselho, contribui, juntamente com as suas vinculadas, para os avanços que esta gestão vem alcançando, rumo aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e adaptação à mudança do clima”, disse.

    PAUTA

    Durante a reunião de hoje, a proposta de instituição do Comitê da Bacia do Parnaíba foi aprovada pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). Outro tema relevante foi a aprovação do Plano de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica da Bacia do Paraguai (PRH Paraguai). A discussão sobre a revisão dos mecanismos e valores de cobrança pelo uso de recursos hídricos de domínio da União na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco foi alvo de pedido de vistas e será votada em reunião futura do CNRH.

    Foram apresentadas ainda as informações sobre a prorrogação do prazo da outorga de direito de uso dos recursos hídricos para o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF).

    (Fonte: MMA)

    DIA DA ÁRVORE
    21/09- Plantar uma árvore é cuidar do amanhã!
    Analista ambiental do CORI
    05/07- Foi realizado o transplante de aproximadamente 250 mudas de espécies nativas que serão utilizadas no processo de recuperação de nascente
    Analista ambiental do CORIPA participa da II Oficina Técnica Regional do Plano Estadual de Resíduos
    05/07- A oficina ocorreu no dia 26/06 e reuniu diversos gestores municipais e técnicos da área de resíduos sólidos.
    Municípios Consorciados
    Mapa do site
    Website desenvolvido por