• 03:58 26 de Setembro de 2018   |   seu IP 54.162.15.31
  • Acessar sistema

    Barreira educativa orienta pescadores sobre Pesca 2018

    A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Consórcio Intermunicipal para Conservação do Remanescente do Rio Paraná e Áreas de Influência (Coripa), realizou uma ação de orientação aos pescadores na manhã de quinta-feira (01), em Terra Roxa.
     
    A "barreira de pesca" foi realizada na Avenida Presidente Castelo Branco, na saída para Guaíra, com objetivo de levar informações sobre o fim da Piracema (período em que os peixes sobem para a cabeceira dos rios para realizar sua reprodução), que proíbe a pesca de espécies nativas, além das normas e mudanças nas atividades relacionadas com a pesca profissional e amadora.
     
    Os pescadores que passaram pelo local receberam orientações e um ofício circular contendo as principais orientações que deverão ser observadas pelos pescadores evitando-se possíveis autuações e apreensões de equipamentos caso sejam desrespeitadas. Réguas para medir peixes também foram distribuídas.
     
    O ofício publicado pelo Ministério do Meio Ambiente especifica as restrições e permissões para a abertura da Pesca 2018. Veja o que está proibido e liberado:
     
    PROIBIDO
     
    - Pesca da espécie Piracanjuva (Brycon orbignyanus) em todo o território nacional;
     
    - Pesca da espécies fora da medida permitida pela IN 26/2009 - IBAMA, inclusive para uso como iscas (Ex: piau-três-pintas, morenita);
     
    - Uso de minhocossu (Rhinodrilus alatus) como isca sem nota fiscal;
     
    - Uso de boias, galão, João-bobo e cavalinha para motagem de ceva e outros fins;
     
    - Pescar a menos de 500 metros da foz dos rios e nas lagoas marginais;
     
    - Acampamento de pesca amadora nas ilhas do Parque Nacional de Ilha Grande.
     
    LIBERADO
     
    - Data de abertura da pesca: 01 de março de 2018;
     
    - Pesca da espécie Dourado (Salminus brasiliensis); Jaú
    (Zungaro zungaro); Jurupoca (Hemisorubim platyrhynchos); Monjolo (Steindachneridion sp); Surubim do Iguaçu Sorubim cf. lima - Jurupensém ou Surubim lima, todos respeitando as medidas em legislação vigente;
     
    - Nos rios Piquiri e Ivaí está permitido apenas um exemplar das espécies acima citadas;
     
    - Cota para a pesca: 10 quilos mais um exemplar.
     
    (Fonte: Prefeitura Municipal de Terra Roxa)

     

    DIA DA ÁRVORE
    21/09- Plantar uma árvore é cuidar do amanhã!
    Analista ambiental do CORI
    05/07- Foi realizado o transplante de aproximadamente 250 mudas de espécies nativas que serão utilizadas no processo de recuperação de nascente
    Analista ambiental do CORIPA participa da II Oficina Técnica Regional do Plano Estadual de Resíduos
    05/07- A oficina ocorreu no dia 26/06 e reuniu diversos gestores municipais e técnicos da área de resíduos sólidos.
    Municípios Consorciados
    Mapa do site
    Website desenvolvido por