• 02:31 24 de Janeiro de 2019   |   seu IP 107.21.16.70
  • Acessar sistema

    Dicas para tornar a empresa mais sustentável e amiga do meio ambiente

    Com o avanço das novas tecnologia, o crescimento populacional, o nascimento de empresas em diversos setores e indústrias e da sociedade como um todo a preocupação com o meio ambiente é uma das pautas mais discutidas atualmente. As pequenas, médias e grandes empresas buscam novas estratégias sustentáveis a todo instante para garantirem o selo de empresa do bem e ao mesmo tempo lucrar com isso.

    A boa notícia é que existem muitas estratégias para tornar a empresa mais sustentável e amiga do meio ambiente sem interferir no lucro da organização. Algumas dessas estratégias são inovadoras e ajudam empresas a economizarem, enquanto outras encontram no mercado de resíduos uma oportunidade para ganhar mais dinheiro. Tudo depende de como a empresa olha para os seus resíduos industriais.

    Ser sustentável no dia a dia

    O que funciona muito bem para empresas de diversos setores é a substituição das lâmpadas convencionais pelas econômicas. Além de serem feitas com materiais recicláveis esse tipo de lâmpada dura mais e consome menos energia o que já ajuda na conta de luz no final do mês. Outra forma para economizar energia é aproveitar ao máximo a luz do sol, quando possível deixar as janelas abertas para iluminar o ambiente ao invés das lâmpadas acesas, isso também ajuda na economia do ar condicionado.

    Troque os copinhos de café descartáveis por xícaras de café, além de ser mais econômico é muito mais elegante na hora de servir um cliente. Outra sugestão é trocar os copos descartáveis por copos de vidro e canecas. Incentive os colaboradores a usarem garrafas de água, como squeezes, assim é possível evitar que sujem copos com frequência.

    Nos banheiros aposte em torneiras com temporizador, pois evita que alguém esqueça a torneira aberta e cause um gasto de água desnecessário. Para empresas que utilizam muito impressoras é recomendável o uso da fonte Ecofont (é uma fonte que consome menos tinta sem perder a qualidade). Incentive os colaboradores a usarem folhas para rascunhos, quando possível imprimir dos dois lados da folha e dar preferência à comunicação eletrônica. Existem muitas formas de trocar os papéis por aplicativos e e-mails.

    Gerenciamento de resíduos

    Empresas que produzem uma grande quantidade de resíduos precisam por lei (Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº 12.305/10) a elaborar um plano de gerenciamento de resíduos sólidos que mostre todas as etapas de produção da empresa até a destinação final dos resíduos. Para essas empresa a tecnologia disponibiliza meios para otimizar e agilizar esse processo, como o software VG Resíduos, que auxilia de forma simples e se adapta a qualquer empresa de qualquer setor para um gerenciamento de resíduos completo. O sistema ainda proporciona a comunicação no mercado de resíduos para empresas que pretendem comprar ou vender resíduos.

    O gerenciamento de resíduos também está ligado na separação do lixo. O uso de lixeiras para coletas seletivas é um bom começa para separar os materiais recicláveis dos orgânicos e para completar a etapa é importante ter parcerias com empresas ou ONGs para que retirem e aproveitem de alguma forma os resíduos sólidos.

    Envolvimento da equipe

    É importante que os colaboradores participem das estratégias sustentáveis da empresa, pois são eles que aplicam a cultura sustentável no dia a dia. Cabe a organização deixar um espaço aberto para que novas ideias sejam expostas e assim aplicadas quando possível. Muitos pessoas participam de ONGs e quem sabe uma delas não é um dos funcionários? Por isso conhecer, ouvir e envolver cada membro da equipe é importante para que a empresa seja mais sustentável e por fim amiga do meio ambiente e amiga de todos.

    (Fonte: Investimentos e Noticias)

     
    Proibição à pesca de espécies nativas inicia em 1º de novembro no Paraná
    01/11- Proibição vai até 28 de fevereiro do próximo ano e tem como objetivo proteger a reprodução natural de espécies de peixes no Paraná.
    Analista ambiental do CORIPA ministra palestra no município de Altônia
    26/10- A palestra foi sobre a conservação da biodiversidade, o histórico de conservação do rio Paraná, sobre o CORIPA, sobre o Parque Nacional de Ilha Grande e a APA.
    Analista ambiental do Consórcio realiza atividades no CMEI Zaíra Tiliacki Ornelas em São Jorge
    24/10- O tema trabalhado durante as atividades foi o Rio Paraná e o Parque Nacional de Ilha Grande (PNIG).
    Municípios Consorciados
    Mapa do site
    Website desenvolvido por