• 12:37 18 de Outubro de 2017   |   seu IP 54.166.245.10
  • Acessar sistema

    Brasil mostra ações de educação para o mundo

    As ações brasileiras de educação na área ambiental serão apresentadas à comunidade internacional. A partir de segunda-feira (17/07), o Brasil participará do 4º Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa, que ocorrerá até quinta-feira (20/07), na cidade de Santo Antônio, Ilha do Príncipe, em São Tomé e Príncipe.

    Os objetivos do congresso são promover a divulgação de projetos de investigação científica, a troca de experiências pedagógicas, a partilha de projetos comunitários e o reforço das redes nas áreas da educação ambiental, cooperação e desenvolvimento. O encontro também promoverá a integração entre os envolvidos que atuam com o tema nas comunidades falantes da língua portuguesa, com capacitação nas áreas de responsabilidade ambiental e de justiça social.

    O evento vai reforçar, ainda, o papel político da educação ambiental, considerando o ambiente como chaves para promover novas formas de governança em diferentes tipos de organizações políticas e da sociedade civil por meio de metodologias participativas e de decisão democrática.

    Representante do Brasil no Congresso, a diretora de Educação Ambiental do MMA, Renata Maranhão, explica que o evento vai propiciar a criação de um plano de ação e de estratégias conjuntas para fortalecer a educação ambiental nas comunidades lusófonas. “O Brasil tem muito a contribuir e a aprender com esses países. A expectativa é fortalecer a educação ambiental em todos eles, uma vez que a questão ambiental não é isolada, é global”, afirma.

    Em edições anteriores, o evento já foi realizado em países como Portugal e Brasil. “É uma iniciativa que reforça a cooperação Sul-Sul com os países de língua portuguesa, o que facilita o compartilhamento de materiais, processos formativos e a troca de ideias”, completa Renata.

    A pauta do encontro inclui discussões sobre biodiversidade e educação ambiental e uma mesa redonda sobre as Estratégias Nacionais de Educação Ambiental em Unidades de Conservação. Também haverá debates sobre políticas públicas de educação ambiental.

    (Fonte: MMA)

     
    Proposta amplia sistema de gestão de resíduos sólidos urbanos
    18/10- A iniciativa visa contribuir para a construção de soluções para coleta e correta destinação dos resíduos sólidos urbanos dos municípios paranaenses.
    Pesca nos rios de MT está proibida até 31 de janeiro para a reprodução dos peixes
    04/10- Multa para quem descumprir a legislação varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por kg de peixe apreendido. Nesse período só é permitida a pesca de subsistência.
    Brasil tem mais três sítios Ramsar
    03/10- Título foi dado a duas UCs federais e uma estadual, elevando para 22 o número de áreas úmidas brasileiras com esse reconhecimento internacional.
    Municípios Consorciados
    Mapa do site
    Website desenvolvido por