• 15:00 18 de Julho de 2018   |   seu IP 54.158.248.112
  • Acessar sistema

    Órgãos ambientais se reúnem e emitem nota de posicionamento para abertura da Pesca 2017

    Forças policiais e de fiscalização ambiental estiveram reunidas em Umuarama na sede do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), terça-feira, para alinhamento interinstitucional das ações fiscalizatórias, especificamente nas atividades relacionadas com a pesca profissional e amadora, tendo em vista a abertura da pesca no dia 01 de março.
    Os principais temas tratados foram os petrechos permitidos para as categorias profissional e amadora, locais de acampamento, espécies e quantidades de peixes liberados para pesca e, principalmente os cuidados redobrados em todo o trecho não represado do rio Paraná, entre Rosana-SP e Guaíra-PR. Neste território há um mosaico de unidades de conservação como o Parque Nacional de Ilha Grande (PNIG) e a Área de Proteção Ambiental (APA) das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná (APAIVRP), gerenciados pelo ICMBio, e o Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema (PEVRI), gerenciado pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL).
    Participaram do encontro além do ICMBio, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Umuarama-PR e Paranavaí-PR, CORIPA, Polícia Ambiental do Paraná e do Mato Grosso do Sul, IMASUL e Gerência de Meio Ambiente de Naviraí-MS. Todos estes órgãos ambientais tem poder de polícia e fiscalização e, isoladamente ou em ações conjuntas marcam presença no rio Paraná e nos afluentes paranaenses e sul mato-grossenses.
    O chefe do Parque Nacional de Ilha Grande, Romano Pulzatto Neto destacou a importância de ter clareza sobre as regras da pesca. “Uma vez que estamos na divisa de dois estados, os pescadores devem procurar se informar sobre as diferenças na legislação federal e dos estados do Mato Grosso do Sul e do Paraná, pois há diferenças entre petrechos, espécies e quantidades de peixes permitidos. ”
    Como resultado da reunião, que também teve como objetivo esclarecer a população sobre as regras de pesca, foi emitido um ofício circular para divulgação na região das principais orientações que deverão ser observadas pelos pescadores evitando-se possíveis autuações e apreensões de equipamentos caso sejam desrespeitadas.

    Clique aqui e veja o ofício na íntegra!

     

     

    Fonte: Umuarama Ilustrado

    Analista ambiental do CORIPA acompanha alunos até o viveiro no município de Altônia
    05/07- Foi realizado o transplante de aproximadamente 250 mudas de espécies nativas que serão utilizadas no processo de recuperação de nascente
    Analista ambiental do CORIPA participa da II Oficina Técnica Regional do Plano Estadual de Resíduos
    05/07- A oficina ocorreu no dia 26/06 e reuniu diversos gestores municipais e técnicos da área de resíduos sólidos.
    Analista ambiental do CORIPA apresenta palestra sobre a Conservação no rio Paraná
    05/07- É o segundo ano que a temática é trabalhada com os alunos do 1º ano do Colégio Malba Tahan em Altônia-PR.
    Municípios Consorciados
    Mapa do site
    Website desenvolvido por